home Bem-Estar, Carreira Como lidar com conflitos no trabalho

Como lidar com conflitos no trabalho


Como lidar com conflitos no trabalho
Como lidar com conflitos no trabalho

Muitas pessoas passam boa parte do dia no ambiente de trabalho e ter um conflito nesse ambiente pode acabar sendo estressante e desgastante. Ignorar o problema é uma solução, porém nem sempre é possível, afinal não é todo dia que estamos com disposição para ignorar provocações.

Existem vários motivos que podem gerar conflitos no trabalho, alguns deles são ciúmes, competitividade, favoritismo, incompatibilidade de personalidades ou atitudes negativas.

Por mais que você tente ignorar ou evitar a pessoa, uma hora as atitudes tóxicas dela acabam te afetando também, pois ela afeta até mesmo as pessoas à sua volta. Isso pode acabar gerando problemas de comunicação, ineficiência, desmotivação de funcionários e prejudicar a produtividade.

Os conflitos no trabalho não precisam ser algo negativo, se resolvidos da forma correta eles podem se tornar uma boa oportunidade de aprendizado. Geralmente eles são gerados por problemas de comunicação.

Boa parte dos conflitos é causado pelo que não foi dito, e não pelo que foi dito. A transparência é algo muito importante na hora de resolver esse tipo de problema, e o melhor é buscar uma solução antes que seja tarde demais.

Resolver conflitos no trabalho não é fácil, é necessário ter compromisso, saber perdoar, ter empatia e saber ouvir o outro.

Formas de lidar com conflitos no trabalho

Converse com a pessoa que você está tendo problemas

As vezes a solução para o problema pode ser simplesmente conversar. A maioria dos desentendimentos em ambiente de trabalho são resultado direto de má comunicação. O seu colega pode não estar ciente do problema, por isso falar com ele de forma educada pode ser a chave para a resolução do conflito.

A linguagem da girafa

Se uma conversa rápida não for o suficiente, o melhor vai ser marcar um dia para conversar. Na conversa, utilize uma técnica conhecida como “linguagem da girafa”. Essa é uma forma não agressiva de falar sobre problemas sem acusar diretamente a pessoa.

Quando temos um problema com alguém, é fácil fazer acusações. Porém, ao invés de resolver os problemas, isso faz com que a outra parte se sinta ameaçada e passe a ficar na defensiva.

Evite acusar a pessoa de algo com frases como “eu não entendo por que você critica as minhas ideias na frente de todo o mundo, isso me deixa mal”. Ao invés disso, mantenha o foco em si mesmo.

Na maioria dos casos, o causador do conflito não é apenas uma pessoa. Admita a sua responsabilidade na situação e peça desculpas, mesmo que no fundo você não se sinta culpado.

A linguagem da girafa
A linguagem da girafa

Quando for apresentar seus argumentos, fale sobre ambas as partes utilizando “nós” e não “eu” ou “você”. Por exemplo, “Percebi que nas reuniões nós não escutamos as ideias um do outro e acabamos discutindo, isso não é justo com os nossos colegas. ”

Mostre que os conflitos no trabalho não afetam apenas vocês dois, mas também os colegas e a empresa de forma geral. Também é importante perguntar se a pessoa concorda ou não com as suas observações e qual é a sua opinião sobre elas.

Elogie o trabalho do seu colega

Por mais difícil que seja, resolver conflitos no trabalho requer sacrifícios. Dessa forma você estará se permitindo seguir em frente e recriar laços. Além disso, esse pode ser um bom exercício para fazer com a sua equipe regularmente.

Ao elogiar o trabalho dos colegas, você aumenta a motivação e a colaboração, dois fatores vitais para a produtividade.

Tenha um plano de ação

Se ambas as partes estão dispostas a aceitar a responsabilidade e fazer um esforço, é hora de colocar algumas ideias em ação. Você pode, por exemplo, elaborar comentários positivos sobre as ideias da outra pessoa durante as reuniões, fornecendo críticas construtivas ao invés de negatividade.

Peça ajuda a alguém de fora

Para que o conflito no trabalho seja resolvido, é preciso que ambas as partes estejam dispostas a ouvir e compreender o ponto de vista do outro. Se nenhuma das opções que você tentar der certo, o melhor pode ser pedir auxílio a alguém de fora.

Essa pessoa pode ser alguém do setor de recursos humanos, um colega de outra equipe ou até mesmo um gerente. O interessante é conhecer o ponto de vista de alguém de fora que irá ver o problema de forma imparcial e sugerir soluções.

Se nada funcionar, você sabe que ao menos tentou. Sempre controle as suas emoções e evite atitudes exageradas e confrontos. É importante escolher as suas batalhas de forma sábia utilizando o seu próprio julgamento pessoal.

Lembre-se que a transparência é muito importante na hora de resolver conflitos, seja o mais justo e honesto possível.

Veja também