home Alimentação e Saúde, Estilo de Vida Benefícios do Pêssego – Para que serve e Propriedades

Benefícios do Pêssego – Para que serve e Propriedades


Cultivado inicialmente na China, o pêssego é uma fruta que hoje faz sucesso em todo o mundo por ser uma excelente fonte de vitaminas, minerais e antioxidantes. Não à toa que no seu país de origem eles são símbolo de longevidade e imortalidade.

O consumo de alimentos como o pêssego traz grandes benefícios para pessoas em todas as fases da vida, seja na infância, adolescência, idade adulta ou até mesmo durante a menstruação e a gravidez. Veja neste artigo os principais benefícios do pêssego e comece a incluir esta saborosa fruta na sua dieta agora mesmo.

Benefícios do Pêssego
Benefícios do Pêssego

Propriedades do pêssego

O pêssego faz parte da família Rosaceae que também envolve frutas como maçã, pera, damasco e morango. Ele contém uma alta quantidade de nutrientes importantes para o bom funcionamento do corpo e ajuda na prevenção de várias doenças como o câncer e a osteoporose.

Pêssegos são excelentes fontes de vitamina A, betacaroteno e vitamina C (ácido ascórbico). Eles também são boas fontes de vitamina E (alfa-tocoferol), vitamina K (filoquinona), vitamina B1 (tiamina), vitamina B2 (riboflavina), vitamina B3 (niacina), vitamina B-6, folato e ácido pantotênico.

Entre os minerais presentes nele estão o cálcio, potássio, magnésio, ferro, manganês, fósforo, zinco e cobre.

O pêssego também é um grande aliado de quem faz dieta, já que é uma fruta com poucas calorias que não contém colesterol ou gorduras saturadas, além de ser uma boa fonte de fibras. Um pêssego grande tem menos de 70 calorias, além de 3 gramas de fibras. Ele também oferece 1.5 gramas de proteína e 0.4 gramas de gordura.

Os benefícios do pêssego

Além de ser uma fruta refrescante, o pêssego é rico em carotenoides e pode oferecer vários benefícios para a saúde. Se você ainda não sabe para que serve o pêssego, não sabe o que está perdendo. Confira a seguir os benefícios do pêssego.

Capacidade antioxidante

A casca e a polpa do pêssego têm capacidades antioxidantes poderosas. A presença do ácido clorogênico na fruta também contribui bastante para os seus efeitos de proteção. Antioxidantes como a luteína, zeaxantina e beta-critoxantina auxiliam na eliminação dos radicais livres derivados de oxigênio e protegem o corpo contra o efeito de várias doenças.

Previne a falta de potássio

O pêssego contém potássio, que é vital para a sinalização adequada dos nervos e funcionamento celular do corpo. O alto teor de potássio no pêssego também trabalha favorecendo os processos metabólicos e auxiliando o corpo na utilização dos carboidratos, mantendo equilíbrio eletrolítico e a regulação dos tecidos musculares.

Ajuda na prevenção do câncer

O pêssego é uma fruta rica em compostos fenólicos e carotenoides que possuem propriedades antitumorais e anticâncer. Além disso, ele ajuda na luta contra vários tipos de câncer como câncer de mama, de pulmão e de cólon.

Estudos apontam que o ácido clorogênico e o ácido neoclorogênico presentes no pêssego exercem efeitos benéficos na inibição do crescimento de células do câncer de mama sem afetar as células normais, diferente do tratamento do câncer com quimioterapia que afeta negativamente as células saudáveis também.

Além disso, a pesquisa mostrou que o grupo botânico Rosaceae é rico em betacaroteno, proporcionando assim proteção contra o câncer de pulmão.

Ajuda a manter a pele saudável

A expressão pele de pêssego não existe à toa. A vitamina C presente no pêssego ajuda na manutenção da pele saudável, além de fornecer uma defesa contra os radicais livres e infecções nocivas. Ele também é um grande aliado na proteção contra radiação ultravioleta.

Estudos apontaram que os antioxidantes zeaxantina e luteína têm efeitos anti-inflamatórios significativos na redução dos danos causados pela radiação UV-B na pele, além de evitar a hiperproliferação das células.

Os flavonoides presentes no pêssego têm efeitos protetores fotográficos e ajudam a prevenir a pele do eritema induzido pelos raios UV, além de ajudar na hidratação e revitalização da pele.

Auxilia na saúde dos olhos

O betacaroteno desempenha um papel importante na manutenção da visão saudável e impede várias doenças oculares como a xeroftalmia e até mesmo a perda da visão.

Um estudo investigativo mostrou que os carotenoides luteína e zeaxantina presentes no pêssego têm efeitos positivos associados a redução da catarata nuclear. De acordo com pesquisadores, a luteína e a zeaxantina residem no pigmento macular do olho e ajudam a proteger a retina da degeneração macular causada pela idade. Além disso, estes componentes presentes no pêssego protegem os tecidos da retina dos danos causados pelos radicais livres.

Ajuda na digestão

Seu conteúdo alcalino e fibras tornam o pêssego um grande aliado da digestão. A fibra dietética presente neles absorve água e ajuda na prevenção de distúrbios do estômago como constipação, hemorroidas, úlceras de estômago, gastrite e movimentos intestinais irregulares.

Ele também auxilia limpando e eliminando os resíduos tóxicos do intestino e impedindo o corpo de contrair vários distúrbios abdominais, incluindo o câncer de estômago.

Benefícios do Pêssego
Benefícios do Pêssego

Auxilia no controle do Sistema Nervoso

A presença de magnésio no pêssego ajuda a prevenir o estresse e a ansiedade, além de promover uma maior estabilidade do sistema nervoso. Um estudo sugeriu que a ingestão de alimentos ricos em magnésio, juntamente com a vitamina B-6, tem efeitos favoráveis no tratamento da hiperexcitabilidade do SNC em crianças.

Outro estudo sugeriu que o tratamento com magnésio ajuda na recuperação dos sintomas da depressão. O consumo de pêssego também é considerado benéfico na terapia ayurvédica que trabalha com o equilíbrio do sistema nervoso.

Ajuda no combate à obesidade

O pêssego tem compostos bioativos que demonstraram efeitos benéficos no combate a distúrbios relacionados com a obesidade. Um estudo sugeriu que a presença de compostos fenólicos no pêssego garante propriedades anti-inflamatórias e anti-obesidade que ajudam na luta contra síndromes metabólicas que podem levar a problemas de saúde graves.

Fortalece o sistema imunológico

O pêssego é rico em ácido ascórbico e zinco, ajudando a manter o sistema imunológico saudável. O zinco e a vitamina C aceleram o processo de cicatrização enquanto as suas propriedades antioxidantes ajudam no combate a infecções e na redução da gravidade de doenças como o resfriado comum, a malária, a pneumonia e a diarreia.

Reduz os níveis de colesterol

Pesquisas indicam que os compostos fenólicos presentes na casca e polpa do pêssego clingstone ajudam na manutenção de baixos níveis de colesterol LDL e estimulam o colesterol HDL, também conhecido como colesterol bom. Isso ajuda na redução do risco de desenvolver doenças relacionadas ao coração.

Desacelera o envelhecimento

O consumo de alimentos ricos em zinco, como o pêssego, estimula a produção de anticorpos e inibe os danos celulares causados pelos radicais livres. Ele também interfere no processo de envelhecimento dos órgãos reprodutores masculinos, causando um aumento dos níveis de testosterona no corpo.

Deixa os dentes e ossos mais saudáveis

Pêssegos contêm fósforo, que também ajuda muito no fortalecimento dos ossos e dentes. Ele também auxilia na prevenção de várias doenças ósseas como a descalcificação dos ossos, que pode levar à osteoporose, principalmente em mulheres em período de pós-menopausa.

O consumo de alimentos ricos em fósforo, como o pêssego, promove remineralizarão dos ossos e mantém sua rigidez. Junto com o cálcio, o conteúdo da vitamina C em pêssegos também desempenha um papel importante no fortalecimento dos ossos da mandíbula e gengivas ajudando a manter os dentes fortes e saudáveis.

Tem efeito detox

Pêssegos são bastante efetivos na limpeza e desintoxicação do corpo e ajudam na liberação de toxinas nocivas do fígado e dos rins.

Um estudo mostrou que os extratos de pêssego possuem elementos valiosos no tratamento da condição de hepatotoxicidade causada pela terapia prolongada usada no tratamento de doenças como enxaqueca, tuberculose e diabetes.

Ajuda na prevenção de doenças neurodegenerativas

Estudos comprovaram que os extratos do pêssego têm efeitos benéficos para o sistema colinérgico central. O sistema colinérgico tem grande influência sobre a memória e funções de aprendizagem. Os componentes presentes no pêssego evitam a degeneração do sistema colinérgico e previnem vários distúrbios relacionados aos neurônios como a doença de Alzheimer.

Os benefícios do pêssego durante a gravidez

O pêssego oferece grandes benefícios para gestantes, pois conta com uma grande quantidade de vitaminas e minerais essenciais para o corpo. A vitamina C ajuda no crescimento saudável dos ossos, dentes, pele, músculos e vasos sanguíneos do bebê.

Ele também tem um papel importante na absorção de ferro, que é extremamente crucial durante a gravidez. O folato presente no pêssego ajuda na prevenção de defeitos do tubo neural como a espinha bífida. Enquanto isso o potássio ajuda a evitar as cãibras musculares e a fadiga geral comum durante a gravidez. A presença de fibras também auxilia na digestão saudável e reduz condições comuns como a constipação.

Veja também